sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

A Cabana - William P. Young

O livro traz uma história que provoca questionamentos referentes ao comportamento humano, a sua capacidade de praticar o perdão e fazer uso adequado do poder.
Refere-se às leis e regras impostas à sociedade como um exercício de comando.
A autoridade que ocorre nas relações familiares, religiosas e empresariais, aparecem como forma de poder e impede a manifestação do amor.

William simula diálogos com Jesus para despertar a importância de se vivenciar emoções do presente, sem preocupação com o futuro.

Quando se refere à mentira, o faz afirmando que ela não evita o sofrimento do iludido. A prática ocorre por insegurança do mentiroso, que não se sente capaz de enfrentar as próprias emoções, tampouco as do enganado, caso tivesse confessado a verdade.

Aborda ainda sobre a capacidade humana de superar as perdas. 

Informações sobre o autor - William P. Young nasceu em Alberta, no Canadá, e passou parte da infância em Papua Nova Guiné, junto com seus pais missionários, em uma comunidade tribal. Pagou seus estudos religiosos trabalhando como DJ, salva-vidas e em diversos outros empregos temporários. Formou-se em Religião em Oregon, nos Estados Unidos.

Referência bibliográfica
Young, William P.
A cabana /William P. Young - tradução de Alves Calado. - Sextante, 2008.
Tradução de: The shack

236p.
ISBN 978-85-99296-36-3
1. Mudança de vida - Ficção. 2.Criança desaparecidas - Ficção.3.Ficção americana. I. Alves - Calado, Ivanir, 1953 -. II. Título.

10 comentários:

  1. Muito interessante este blog!
    Convido vcs tambem para este:

    http://olharoslivros.blogspot.com/

    BOM ANO!

    ResponderExcluir
  2. João,
    Grato pelos comentários.
    Visitei seu blog e gostei muito!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro é muito bom... Comprei-o e dei de presente a um amigo e depois o li!!! Recomendo fortemente para todos entenderem um pouco de DEUS!

    obs.:Esse livro não se trata de religião.

    ResponderExcluir
  4. Oi Eduardo,
    Aqui estou alguem... acabei de ler esse livro e mais uma vez adicionando o seu link para quem quiser outras opinioes!.

    Abracos

    ResponderExcluir
  5. o livro é interessante,mas devemos ser cautelosos em alguns pontos controversos à biblia sagrada...........ao lerem façam uma comparação leia a palavra de Deus tb e veram essas controversas.

    ResponderExcluir
  6. Esse Livro vale uma messa redonda para ser discutido , ele quebra todas as nossas formas de ver a religião , Deus , Jesus Cristo e Espirito Santo , esse foi meu primeiro livro este ano e acho que acertei na escolha , entrei o ano com o pé direito , literáriamente falando ...rs ...O Incrível do Livro é como ele consegue causar certos tipos de emoçoes em cada pessoa que o le ...Com todas que comentei , tiveram emocoes diferentes e cada uma com uma mensagem super bacana , sobre o livro ...Muito bom Mesmo !!!

    ResponderExcluir
  7. Blog interessante, adoro curtir Resenhas. Obg pela visita, volte sempre que desejar!! Avise-me de novas postagens!


    Bjks,

    ResponderExcluir
  8. Já li esse livro e só tenho a dizer que é realmente muito bom, até mesmo pq é uma leitura muito simples, vc começa a ler e não consegue parar mais...rsrs gostei muito do blog tambem vou passar a acompanha-lo sempre...adoro ler...

    ResponderExcluir
  9. Uma amiga me apresentou o tal livro, li alguns capítulos deste ultimamente. Estava empolgada com o começo da leitura até chegar a parte onde aparece Deus se manifestando de uma forma ligeiramente estranha(bizarra), de modo que me deixou muito desconfortável. Tentei entender do melhor modo possível, mas não era o bastante pra desenrolar tanta heresia... Quem pense que estou exagerando, que leia por el@ mesmo. (http://portugues.free-ebooks.net/ebook/A-Cabana se querem baixar)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, concordo com você, Cintia Santiago, principalmente no ponto da empolgação quando da leitura da primeira parte do livro. A última parte não me convenceu a terminar. Não estou dizendo que o livro é ruim, apenas que não gostei, não é o tipo de leitura que gosto.

      Excluir


Ocorreu um erro neste gadget