quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Notícia de um sequestro – Gabriel García Marquez

O autor consegue informar as nuances de uma guerra produzida pelo mais famoso traficante de drogas colombiano, Pablo Emilio Escobar Gaviria. Sem perder o contexto político da história o texto esmiúça o drama de cada personagem sem se importar em que lado ele se encontra. Em muitos momentos o bem e o mal andam de mãos dadas na busca do entendimento racional do contexto que estão submetidos.
A história toma rumos que parece satisfazer aos envolvidos, mas logo depois, os sequestrados, seus familiares e o governo vislumbram um caminho que parece sem volta.
Sem propósito surge o padre García Herreros que se ofereceu para ajudar a intermediar as negociações, e, ao lado de Alberto Villamizar Cárdenas, marido de Maruja Pachón, uma das sequestradas, articula entendimentos para a rendição de Escobar, que por sua vez se esconde atrás dos chamados Extraditáveis para não assumir diretamente os crimes.
Afinal, a luta pela aprovação, na Assembléia Constituinte já infiltrada pelo narcotráfico, da proibição da extradição dos traficantes para os Estados Unidos, após a rendição, era o ponto chave das negociações.
Decidido a não extradição, Escobar se entrega e os que sobreviveram aos sequestros voltaram à rotina da vida com os seus traumas e as suas experiências.

O livro mostra o absurdo da guerra entre o poder constituído e o domínio do tráfico de drogas, a dificuldade de um país em manter os valores sociais e políticos além do sofrimento dos sequestrados, vítimas de uma situação que não contribuíram para ocorrer.

O autor, conhecido como excelente ficcionista, constrói um texto informativo robusto e sem tendências. Relata o ocorrido sem tomar partido e deixa para o leitor a análise do contexto. O fim de Pablo Escobar é conhecido, portanto, não há surpresa, até porque o texto não se propõe a levar o leitor a um final desconhecido, mas participar da emoção e da angustia dos sequestrados, dos seus familiares, do governo e do caminho sem volta de um dos traficantes mais conhecido no mundo.

Informações sobre o autor – O escritor colombiano, Gabriel José García Márquez, apelido Gabo, nasceu em 1928 na aldeia de Aracataca, na Colômbia. Cedo abandonou a casa dos pais e trabalhou em diferentes empregos. Fez seus estudos em Barranquilla e chegou a iniciar o curso de direito em Bogotá, época em que publicou seu primeiro conto. Exerceu o jornalismo em Cartagema, Barranquilla e no El Esplendor, de Bogotá. Foi correspondente das Nações Unidas em Nova York. Recebeu Prêmio Nobel de literatura por sua obra que entre muitos outros livros inclui “Cem anos de Solidão”.

Referência bibliográfica
García Márquez, Gabriel, 1928 -
Notícia de um sequestro / Gabriel García Márquez; tradução Eric Nepomuceno. - Rio de Janeiro: Record, 1996.
336p.
Tradução de: Noticia de un secuestro
INBN85-01-04694-9
1. Novela colombiana. I. Nepomuceno, Eric, 1948. II. Título.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Ocorreu um erro neste gadget